Hospital de Amor da Amazônia é inaugurado em Porto Velho com a presença do presidente Michel Temer

Hospital de Amor da Amazônia foi inaugurado durante solenidade na manhã desta quinta-feira, 23

23/11/2017 - 16:34 hs

O Hospital de Amor da Amazônia, inaugurado, nesta quinta-feira (23), com a presença do presidente da República Michel Temer e do governador Confúcio Moura, é o marco de uma nova era para a saúde na região, ao mesmo tempo em que evidencia a solidariedade do povo rondoniense, disse Henrique Prata, diretor geral da instituição.

A força de Henrique Prata ao conduzir pessoalmente a captação de recursos e gestão do hospital foram apontadas pelo governador Confúcio Moura como o fator que faz do Hospital de Amor da Amazônia, além de referência no tratamento oncológico de alta complexidade, uma instituição grandiosa que será ainda maior pelos serviços que prestará futuramente.

O Hospital do Amor da Amazônia corresponde ao Hospital do Câncer de Barretos. Foi construído em Rondônia em razão dos cerca de 14 mil pacientes do estado que foram encaminhados para tratamento na unidade barretense.

O que surpreendeu Henrique Prata foi o envolvimento dos rondonienses em contribuir para que a obra fosse erguida com tanta agilidade. “Este povo é solidário, único, não existe outro igual no país”, afirmou Prata, depois de relatar o apoio que recebeu do governo do estado, especialmente do governador Confúcio Moura, e do governo federal.

Segundo Prata, os equipamentos instalados no Hospital da Amazônia são superiores ao existente na rede privada.

Os esforços de Prata, conforme Confúcio Moura, são dignos de elogios. “A velocidade dele é impressionante”, afirmou o governador. Parte substancial do custeio da unidade é bancada pelo governo estadual.

O presidente Michel Temer também fez referencias elogiosas a Henrique Prata e garantiu que a Amazônia continuará tendo atenção especial em seu governo.

Temer disse ainda esperar que o poder público faça tudo e apontou o diretor presidente da Hospital do Amor da Amazônia como um exemplo de esforços particulares que desembocam em grandes obras.

Sobre Confúcio Moura, o presidente recordou que foram parlamentares na mesma época e que tem grande admiração pelo governador rondoniense. “Ele tem a suavidade e autoridade que fazem sua vida pública ser exitosa”, acrescentou.

A cerimônia foi repleta de convidados em que se destacavam profissionais da saúde, parlamentares das bancadas estadual, federal e municipal, além de voluntários do hospital.

O Hospital do Amor da Amazônia já está funcionando com consultas, exames e quimioterapia. Está construído num terreno de 70 mil metros quadrados, na BR 364, a nove quilômetros do centro da cidade.


Fonte:Secom